Posts arquivados em Autor: fran

18 mar, 2015

Supervalorização

O ser humano tem uma mania idiota de supervalorizar as coisas.

Valorizar um gadget, um par de calças. Um sapato, um anel. Uma noitada, quatro anos num colégio.

Um emprego, dinheiro.

Alguém.

Acho que só quando tomamos no estômago, quando alguma briga brota de lugar algum, percebemos a supervalorização que estávamos dando à esse alguém.

Quero dizer, se não é sério, não é sério. Se não é sério, não é sério.

A mão na mão, o dente no lábio, o corpo colado, a respiração atravessada, o batimento cardíaco sem compasso…

Não eram sérios mesmo.

Os sinais, a porra da aura gritante, os olhares, o “eu sei, eu entendi, eu também”.

Não eram sérios.

Meus pensamentos eram sérios. Meu corpo agia de uma forma séria quando você estava do meu lado.
O compromisso eu nunca quis. Tava bom do jeito que tava.

A mão na mão sem compromisso, o dente no lábio sem compromisso, o corpo colado sem compromisso, a respiração atravessada sem compromisso, o batimento cardíaco sem compasso descompromissado…

O bom dia sem compromisso, o boa tarde sem compromisso, o “vamos ver tal filme na quarta?” sem compromisso e até mesmo o “boa noite, durma bem” descompromissado…

Acho que o maior pecado que alguém pode cometer é recusar um carinho, um afeto, por medo de se envolver demais.

E a pior coisa disso tudo é que você fez exatamente o que eu penei para não fazer com você desde o início, afinal, você me pediu para não te julgar, que você não era como os outros.

Bem.

Acabou que eu não te julguei e isso virou contra mim.

Eu fui a julgada erroneamente.

Follow my blog with Bloglovin

10 mar, 2015

Party girls don’t get hurt

Parece que a gente pressente esse tipo de coisa. Né.

14 fev, 2015

Valentine’s Day, at last…

12 fev, 2015

I’m waitin’ on the day

I’m waitin’ on the day when my thoughts are my own, when this house is my home and plans are made. When you’ll be there for me babe, when you’ll love me all the way, when you take my side in every little firefight, when you hang your things and stay…

09 fev, 2015

I hear sirens while we make love

Loud as hell but they don’t know they’re nowhere near us. I will hold your heart and your. I don’t care if they come. I know it’s crazy, but they can take me. Now that l found the places that you take me. Without you I got nothing lose.