Posts marcados na categoria filosofando

31 jul, 2014

Odaxelagnia

Odaxelagnia

ODAXELAGNIA (s.f.); parafilia que envolve o prazer através da mordida ou de ser mordido.

10 jul, 2014

Holy Grail

You take the clothes off my back and I let you. You steal the food right out of my mouth and I watch you eat it. I still don’t know why, why our love is so much. You curse my name in spite to put me to shame. Air all my laundry in the streets, dirty or clean, give it up for fame, but I still don’t know why, why I love it so much. And, baby, it’s amazing I’m in this maze with you. I just can’t crack your code… One day you screaming you love me loud… The next day you’re so cold. One day you here, one day you there, one day you care… You’re so unfair. Sipping from your cup till it runneth over. Holy Grail.

13 jun, 2012

Valentine’s Epic Fail. Ato final.

Eis me aqui um dia após o tal Dia dos Namorados aqui no Brasil. Minhas espectativas? As mesmas de qualquer ano: Nenhuma.

Tive um dia muito agradável com meus amigos da agência, minha família e meus amigos da universidade. Fiquei sabendo de coisas espalhafatosas que eu ainda tinha dúvidas! Foi bem legal, de verdade. Morri de rir o dia inteiro, sem escutar músicas fossáticas, como geralmente eu passo o dia fazendo.

Isso até meia-noite. Fiquei até aliviada em saber que tive um ótimo dia dos namorados, sem precisar ter um, de fato!

Até meia-noite.  Continue lendo

08 jun, 2012

Valentine’s Fail, parte dois

Sim, vai começar tudo de novo. Aqueles blablablás, nhenhenhéins do Valentine’s Day de fevereiro. Agora em junho, para minha completa infelicidade.

Vocês devem lembrar do Valentine’s Fail. Minha mente continua com o mesmo pensamento… Dia idiota, onde tudo que há de errado para acontecer (como queimar a testa com a chapinha, esquecer a chave do lado de fora da porta, ou rasgar a meia-calça novinha quando está de vestido), acontecerá. É como se a Lady Murphy quisesse ser minha melhor amiga nessas situações, e eu, por relutar recebê-la em minha vida, ela sempre acabar com meu dia.

Não que eu quisesse ter um dia bom no Dia dos Namorados. Porque, para ter um dia 100% nessa data, dependeria de dois fatores principais: Continue lendo

21 mar, 2012

Para não acharem que perdeu o sentido.

Porque isso nunca vai perder.